Outubro já chegou e traz os ânimos iniciais para a Black Friday. Todo o ano presenciamos milhares de consumidores a perderem a cabeça com os descontos e promoções que surgem nas lojas. O Black Friday Portugal promete promoções imperdíveis. Para evitar compras exageradas e muita dor de cabeça, damos-lhe algumas dicas de ouro de como controlar o impulso e resistir à tentação de comprar loucamente nestas promoções tão apelativas.

Dicas para poupar durante a Black friday

1. Faça uma lista de compras
2. Compare preços antes e depois da Black friday e qualidade
3. Informe-se sobre o horário das promoções
4. Pense num orçamento fixo
5. Assegure-se que trocas e devoluções são aceites

1. Faça uma lista de compras

Fazer uma lista de compras é o primeiro passo para evitar compras precipitadas e assim, ter prioridades. A lista também é essencial para não correr o risco de se esquecer de algum produto importante e nem perder aquele desconto que tanto ansiava. Como a publicidade sobre a Black Friday em Portugal também começa antes, é bom investigar os preços e avaliar se consegue uma boa promoção nos produtos desejados.

2. Compare preços antes e depois da Black friday e qualidade

Se já tiver a lista prévia feita, faça uma pesquisa sobre os preços praticados antes do dia da Black Friday. Algumas lojas ainda praticam a divulgação de descontos falsos, mesmo sendo ilegal. Então fiquem atentos! Uma pesquisa prévia pode ajudá-lo a evitar estas situações. Se, ao verificar o preço do mesmo produto durante a Black Friday, achar alguma proposta invulgar, faça uma pesquisa no Portal da Queixa, por exemplo, para ver se já existe algum relato de situação semelhante na loja a ser pesquisada. Se não houver nenhum registo e tiver a certeza de que está perante uma situação irregular, deixe a sua queixa e ajude, assim, outros consumidores.

3. Informe-se sobre o horário das promoções

No que toca às compras online, vale a pena confirmar a que horas e até que horas acontecem as promoções. Isto para não correr o risco dos produtos esgotarem ou de não chegar a tempo para aproveitar os descontos daqueles produtos tão sonhados.

4. Pense num orçamento fixo

Impor um valor X para gastar é uma estratégia inteligente. É assim que deve ser feito, caso contrário será fácil entrar em tentação. Se tiver a lista prévia dos produtos desejados, será muito mais fácil cumprir a missão do Black Friday. Por exemplo, se entrar na Worten e não tiver uma lista e orçamento em mãos, correrá o risco de sair de lá com produtos que não são necessários.

5. Assegure-se que trocas e devoluções são aceites

Como a correria é muito grande neste dia e parece um campo de batalha, muitas das vezes, se vamos comprar roupa, não é possível provar. Por exemplo, o El Corte Ingles fica uma loucura e imagina se a roupa não cabe? Então tenha a certeza que a peça pode ser trocada. Mais vale prevenir do que remediar. Para isso, guarde bem a fatura. Segunda a Deco, as trocas e garantias seguem as mesmas regras da época normal de compras. Se o produtor apresenta um defeito que não surgiu por má utilização, tem o direito de reclamar.

Se o produto não tiver nenhum defeito, por lei as lojas não são obrigadas a aceitar devoluções ou a fazer reembolsos. Apesar que algumas o fazem por ser essa a sua política comercial.  Depois dessas dicas, acho que estamos todos prontos para fazer as nossas compras de forma mais consciente, não? E vamos nos preparar para as promoções Black Friday.

Como garantir boas compras durante a Black friday: Poupar é possível!

Leave a Reply

Your email address will not be published.


Post navigation